“Ouvi: Eis que saiu o semeador a semear. E aconteceu que semeando ele, uma parte da semente caiu junto do caminho, e vieram as aves do céu, e a comeram; E outra caiu sobre pedregais, onde não havia muita terra, e nasceu logo, porque não tinha terra profunda; Mas, saindo o sol, queimou-se; e, porque não tinha raiz, secou-se.

E outra caiu entre espinhos e, crescendo os espinhos, a sufocaram e não deu fruto. E outra caiu em boa terra e deu fruto, que vingou e cresceu; e um produziu trinta, outro sessenta, e outro cem. E disse-lhes: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.” Mc 4:3-9

Esse é mais um ensinamento deixado por Jesus a nós, ouvintes de Sua palavra e adoradores do Seu nome. Seu ensinamento, como em muitos trechos da bíblia, vem por meio de uma parábola, uma situação sugerida com significado próximo ao real. E, concordo, não é uma parábola de fácil compreensão a um primeiro momento. Nem mesmo os apóstolos entederam tais palavras (Mc 4:10)

Por isso, Jesus continua dizendo: “O que semeia, semeia a palavra; E, os que estão junto do caminho são aqueles em quem a palavra é semeada; mas, tendo-a eles ouvido, vem logo Satanás e tira a palavra que foi semeada nos seus corações.” (Mc 4:14-15). Logo, Jesus compara a astúcia de uma ave com a astúcia de Satanás. Com a mesma facilidade com que recebemos a palavra em nossos ouvidos, se ela não entrar em nosso coração, logo será tomada por nossas vontades, nossos desejos, e outras tentações do malígno. Permita que a palavra semeada em sua vida toque o seu coração. E isso não vem através de choro ou sentimentalismos tolos. Estes ocorrem com freqüência e não passam de emoção momentânea. Para atingir o seu coração, se requer busca e entrega total as vontades do Pai.

Jesus continua a explicação de sua parábola com a seguinte comparação: “E da mesma forma os que recebem a semente sobre pedregais; os quais, ouvindo a palavra, logo com prazer a recebem; Mas não têm raiz em si mesmos, antes são temporãos; depois, sobrevindo tribulação ou perseguição, por causa da palavra, logo se escandalizam.” (Mc 4:16-17). Que fantástica comparação! Permita que a palavra de Deus crie raizes fortes dentro do seu coração. Uma vez enraizada, ela jamais será abalada. Sem raizes formadas, não será mais do que atitudes superficiais, que logo serão esquecidas. Que o diga o “irmão” que busca a Deus com fervor no Domingo, “dia para Deus”, e durante a semana, essa chama se apaga cada vez mais, até ser esquecida. Quando existe raiz, existe o alimento diário, o crescimento diário. E com isso, logo se colherão os frutos.

O próximo trecho da parábola é justificado da seguinte maneira: “E outros são os que recebem a semente entre espinhos, os quais ouvem a palavra; Mas os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas e as ambições de outras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera.” (Mc 4:18-19). Esse é o caso clássico das Igrejas DOENTES que vemos por ai. Lembram-se do TOME POSSE, do evangelho de BARGANHA? Não fui eu que inventei essa história. Jesus já dizia que muitos se ENGANAM com as riquezas desse Mundo, com as ambições. Não buscam ao Pai, buscam posses, bençãos, vitórias. Isso é somente conseqüência, e não motivo principal (Mt 6:33). Busquem a Cristo, aprendam sobre o verdadeiro evangelho, e esqueçam-se das outras coisas.

E Jesus termina seu ensinamento da seguinte forma: “E os que recebem a semente em boa terra são os que ouvem a palavra e a recebem, e dão fruto, um a trinta, outro a sessenta, outro a cem, por um” (Mc 4:20). Prepare bem a sua terra, que é o seu coração. Se for uma terra fértil, o semeador, que é o nosso Salvador, plantará as sementes, que é a Sua palavra, e então você começará a gerar bons e fartos frutos! A escolha é somente sua! O que você prefere, o “tome posse” ou o “bom fruto”?

Abs,

Rodrigo Gomes (Tato)

Anúncios

Sobre Rodrigo Gomes

Um apaixonado por Jesus e que quer, cada vez mais, tornar-se semelhante a Ele. Buscando um coração justo e sincero, e o amor ao próximo.

Uma resposta »

  1. Anne disse:

    Realmente Ro, concordo com tudo o que voce falou. Temos que ouvir a palavra de Deus, guardar no nosso coração e fazer com que crie raízes para que dê bons frutos que reflitam no nosso dia-dia. E além do mais será que nem uma arvore plantada. Ela cria raízes na terra e fica ali para SEMPRE. Que essa parábola possa servir de lição para vida de muitas pessoas e que todos possam refletir mais sobre os ensinamentos que Jesus nos dá através da Bíblia Sagrada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s