Primeiro post de 2010. Já estava com saudades de escrever aqui. Final de ano é sempre uma correria. Nem lembro a última vez que postei. Mas pelo menos até o dia 18, quando voltam minhas aulas, pretendo postar frequentemente. Começo desejando um ótimo ano a todos, mas também começo falando de algo que sinceramente me incomoda e também me atinge.

Vocês já reparam que o pecado virou algo comum dentro da Igreja? Podem reparar. O que antes era duramente condenado, o que eu não concordo, anos depois era combatido, hoje é simplesmente ‘ignorado’. É considerado normal. Acontece. Ainda não consigo entender essa igreja ‘moderninha’ que se forma a cada dia. Perdeu-se a essência.

Há muitos anos, quando um casal era pego em adultério, ou algum jovem perdia sua virgindade, ou qualquer outro tipo de escândalo, era tratado com linha dura pela Igreja e seus líderes. Algo que eu não concordo, afinal, todos nós somos passíveis ao erro, e não podemos simplesmente ser condenados por um tropeço. Devemos sim acolher, mas, principalmente, ensinar e usá-lo como exemplo para outros jovens.

E esse foi ideal usado até poucos anos atrás. Cresci em uma igreja onde os jovens eram orientados no caminho em que deviam andar, ensinados sobre o que se deve ou que não se deve fazer. Não eram jovens perfeitos, mas com certeza eram melhor orientados. Hoje, com as ‘modernidades’ e as ‘modinhas’ dentro da igreja, cada vez é mais fácil ver o julgo desigual, desinteresse nos assuntos bíblicos e da igreja, gravidez precoce… E o que é pior: É tudo normal. Tudo é aceito com naturalidade. Dizem: ‘É assim mesmo’, ‘Hoje em dia é assim que funciona’.

Eu não consigo aceitar que a Igreja seja obrigada a se adequar ao que o mundo prega. Se acontece lá fora, que fique lá fora. Luz não se mistura com trevas. A Igreja existe para influenciar e não ser influenciada. Aceito as ‘modernidades’ de pensamento, mas tudo com decência e ordem. Os limites já não existem mais, infelizmente. Mas tudo bem, “É assim mesmo!”…

Abs,

Rodrigo Gomes (Tato)

Anúncios

Sobre Rodrigo Gomes

Um apaixonado por Jesus e que quer, cada vez mais, tornar-se semelhante a Ele. Buscando um coração justo e sincero, e o amor ao próximo.

Uma resposta »

  1. Carool disse:

    Ameeei seu post RooH ♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s