Determinar (de-ter-mi-nar) – v.t. – Indicar, fixar com precisão; Demarcar, delimitar; Resolver, decidir; Prescrever, estabelecer, ordenar, decretar; Ser causa de.

É com o significado do verbo determinar que inicio o meu texto. Verbo este que virou quase obrigação em grande parte das igrejas evangélicas. O determinismo tomou conta de vez da cabeça dos pastores e de suas ovelhas. Talvez pela sociedade imediatista em que vivemos, talvez pela livre concorrência existente entre as igrejas que se preocupam acima de tudo com as suas placas… Enfim, seja lá por qual motivo, atualmente igreja boa é igreja milagreira, logo, essa corrida rumo a benção é que dá base para o que eu chamo de igreja determinista.

Os pastores, bispos, apóstolos, seja lá como eles se denominam, agem como verdadeiros patrões de Deus durante os seus cultos. Primeiramente, os patrões de Deus marcam hora e local com o seu ‘subordinado’: “Venha buscar a sua benção na Noite dos Milagres, às 20hrs, na Igreja ABC de Deus”. Em seguida, durante o culto, as tarefas são atribuídas a Deus: “Senhor, vai curando AGORA! Tira tal enfermidade!”. Olha que estou pegando o exemplo mais brando, do qual não sou totalmente contra, afinal, trata-se de uma cura. Agora imaginem tal situação na busca de bens materiais…

Como na maioria dos meus textos, todos que os lêem vão me achar uma pessoa sem fé. Já escrevi uma vez sobre o que acho da fé. O que eu sou contra é exatamente esse determinismo que, como diz o dicionário, significa ordenar, decretar. Quem somos nós para fazer decretos para Deus? Qual sabedoria no mundo é capaz de fazer uma ordem sensata para Deus? Desde quando sabemos o que melhor para nós, quiçá para outras pessoas? Você que discute a minha fé, lembre-se da existência do Salmo 40. Sei que vivemos em uma sociedade impaciente e exigente, porém, tudo tem o tempo do Pai. E, às vezes, a SUA benção não vai chegar, mas a do Pai, em tempo, sempre chega.

Vamos parar de agir como patrões de Deus. Nada de determinar locais, horários, bênçãos ou determinar qualquer coisa a Ele. Ele é Deus para determinar e não o contrário. A partir do momento em que você permitir que os papeis se invertam e que Deus tome conta da sua vida, as bênçãos deixarão de ser apenas superficiais para serem aquelas realmente determinantes em sua vida.

P.S.: O determinismo dito no texto não tem relação nenhuma com as teorias deterministas. Apenas refere-se ao verbo “determinar”, muito utilizado nas igrejas.

Abs,

Rodrigo Gomes (Tato)

Anúncios

Sobre Rodrigo Gomes

Um apaixonado por Jesus e que quer, cada vez mais, tornar-se semelhante a Ele. Buscando um coração justo e sincero, e o amor ao próximo.

Uma resposta »

  1. Kátia Brito disse:

    Só posso parabenizar e sentir-me aliviada por ter algo bom para ler. Não é um “crentês”…nem assuntos clichês. Estou amando!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s