Quem não viu que acenda a luz, mas o Mundo literalmente gira ao contrario. Até os jargões bíblicos não fizeram sentido. Quem pode dizer que “a alegria vem pela manhã” aos pais que salgam seus umedecidos lábios com as lagrimas das tristes e traumáticas lembranças da manhã de massacre em Realengo no Rio? Quem pode dizer isso às vitimas das enchentes da cidade mais capitalista do Brasil? Quem disse que só o homem geme na terra de abrolhos e espinhos? O sábio Saulo que caiu do cavalo e virou Paulo, já dizia em seus dias: “Toda a criação geme e esta com dores de parto”. (Romanos 8:22)

A criação chorou e desabou. Chorou em forma de chuva e enchentes. Desabou em forma de deslizamentos devastadores e Tsunamis que traziam como resultado o saldo de uma guerra. Arranha céus de vidros e navios com toneladas de cargas eram apenas destroços em questão de segundos na terra do Sol nascente. E neste dia, o Sol fez questão de não dar as caras.

E nós? Alguns dizem que evoluímos.

Mas quem com bom senso seria capaz de dizer que as coisas vão bem conosco? Desde que se conhece o homem, seus gestos e atitudes de benevolência e sensatez soam mais como uma nota musical fora do seu campo harmônico chamado insensatez.

Violência, perversidade, espírito homicida, imoralidade e poder! Tudo isso como mera reprodução de um passado que já deixou de ser escuro, principalmente para os já conscientemente dizem: “Em pecado fui concebido”. (Salmos 51:5)

Quem não viu que acenda a luz, mas o Mundo literalmente gira ao contrario. A morte é a morte tanto para os bons quanto para os maus. Os valentes são admiráveis, mas não basta sair batendo a torto e a direito, é preciso saber em que se bate. Do contrario, demora-se 10 anos para comemorar o incomensurável 11 de setembro na terra do Tio Sam.

Friedrich Nietzsche (os mais religiosos que me perdoem) já dizia: “ Há mais coragem em se conter e passar adiante, a fim de se reservar para um adversário mais digno.”

Não sei qual era a sua intenção, mas mal sabia Nietzsche que o filho de um carpinteiro já falava disso com maestria sublime: “Ouviste o que foi dito: olho por olho, dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas se qualquer um bater na face direita, oferece-lhe também a outra…”. (Mateus 5: 38 e 39)

O problema era que ele era só o filho de um carpinteiro… Quem vai dar ouvido a isso? O povo que não tem Deus, tem as próprias mãos. Gaddafi que o diga.

Quem não viu que acenda a luz, mas o Mundo literalmente gira ao contrario. Banqueiros reformaram e inauguraram hospitais públicos e os pastores, junto as suas “igrejas”, compraram aviões.

Quem quer, em dias de festa, olhar para o Brasil de chão rachado? De 188 mil famílias existentes no Acre, 45 mil vivem com renda média mensal de R$ 280,00, dinheiro insuficiente para manter o lar. Essas famílias raramente compram peixe ou frango. Mas o governador Tião Viana (Católico), juntamente com um “Dream Team” de pastores denominado AMEACRE (Associação de ministros evangélicos ACRE) decidiram dar uma resposta a essas 45 mil famílias! Com muito orgulho, o Acre, através da união Governo e AMEACRE, construirá o primeiro Parque Gospel! Ricardo, Ricardo… Você estava errado quando disse: “Deus me livre de um Brasil evangélico…”.

Quem não viu que acenda a luz, mas o Mundo literalmente gira ao contrario e por girar ao contrario, caminha na contra mão da vontade Divina. Minha oração em 2012 é para que todos os pequenos não percam a capacidade de acreditar que gente simples pode mudar o Mundo, acendendo a luz da palavra em suas vidas, para dar luz a todos os que estão ao redor. (Mateus 5:15)

Quem não viu 2011, que acenda a luz e perceba que chegou o tempo de deixarmos para trás canções de crianças mimadas que dizem: “Restitui, eu quero de volta o que é meu…”, para dar lugar a canções que nos desafiam. Canções que dizem: “Quebra a minha vida e faça de novo…”. Que 2012 seja um ano em que todos nós, como igreja, assumamos verdades que transformam a nós mesmos antes de querermos dizer ao Mundo que possuímos verdades que o transformam. Que 2012 seja um ano onde os nossos púlpitos tenham mensagens sobre um Reino que faz da mensagem da cruz o seu sucesso, e dos pobres e desvalidos a sua maior riqueza. Um reino que não deseja altos postos, nem sedução, nem conquistas de poderosos, nem influências, nem honras, nem alivio algum diante de um Mundo que ainda gira ao contrário. Que 2012 seja um ano onde os verdadeiros sacerdotes sejam vistos em atitudes que tenham a cara do Reino de Deus que, diga-se de passagem, não possui relação com parques gospel e aviões. Que 2012 seja um ano onde as aflições e perseguições sejam um aprendizado de como ser feliz enquanto se chora, porque o Rei do reino disse:

“Bem aventurado os que choram, porque serão consolados”.

Que venha 2012…

André Ferraz.

Anúncios

Sobre Rodrigo Gomes

Um apaixonado por Jesus e que quer, cada vez mais, tornar-se semelhante a Ele. Buscando um coração justo e sincero, e o amor ao próximo.

»

  1. Tiago Lang disse:

    Apenas Romanos 14:12 e 13

    Deus vos abençoe

  2. vemnimim disse:

    NAO SE ESQUEÇAM DO HOLOCAUSTO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s